terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Resenha: Estrada Da Noite

Estrada da Noite (Hear-Shaped Box)
Autor: Joe Hill
Editora: Sextante
Páginas: 256
ISBN: 9788599296134
Ano de Lançamento: 2° Edição 2010
Gênero: Literatura estrangeira e Ficção científica


Sinopse: Jude Coyne, uma lenda do rock que coleciona objetos macabros, descobre que um estranho leilão na internet. Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas – o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu, Jude não tem medo de encarar mais um. Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora. O espírito parece estar em todos os lugares. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar.

Resenha: Quando comecei a ler esse livro, admito que não esperava muita coisa, mais a historia tinha me deixado interessado, pelo personagem principal ser um roqueiro de meia-idade, e ter a ver com espíritos e parecer ser uma historia boa de suspense para passar o tempo, mais não estava tão empolgado ate começar a ler o livro.
Admito que ao começar a ler o livro, comecei a não esperar muita coisa desse livro, mais com no máximo 20 paginas lidas já estava bastante interessado na historia e no rumo que ela estava tomando, e ao decorrer do livro comecei a me prender mais e mais na historia e não querer parar de ler ate descobrir o que iria acontecer.
Gostei bastante do rumo que o autor Joe Hill leva a historia, ele não mede palavras para criar um personagem, uma cena, ou descrever algo, acredito que para algumas pessoas o modo dele escrever possa ser um pouco rude ou grosso de mais, pois o livro não permite nem um mínimo de censura, mais eu gostei muito disso nele, não é nada tão exagerado que ninguém nunca tenha ouvido, e que te faz imaginar bem mais e em alguns casos possa ser ate bastante engraçado.
Gostei bastante do personagem Judas Coyne (como costuma ser chamado) um roqueiro de meia-idade que possuiu varias fases, como roqueiro no auge, e passar por uma fase difícil, casamento, e depois uma aposentadoria após morrer grande parte dos integrantes de sua antiga banda.
O autor cita também bastantes referencias musicais como ZZ Top, Aerosmith, Ozzy Osbourne e Johny Cash, Achei isso bastante interessante ele citar influencias musicais que talvez fizeram parte de alguma fase da vida do leitor ou que em algum momento já tenha escutado alguma musica que ele cita no livro.
O nome oficial do livro é “Hear-Shaped Box” que no português seria “Caixa em Forma de Coração” Que por sinal é uma musica do Nirvana, não lembro exatamente se ele cita algo no livro, mais acredito que o livro tenha exatamente esse nome por causa da musica, Que por sinal acho que cometeram um erro na hora de adaptar o nome do livro para o português, Caixa em forma de coração ou algo relacionado a isso acredito que ficaria bem mais legal e mais original.

Ao finalizar o livro, fui procurar mais livros do escritor além do “O Pacto” o mais conhecido dele, que já tinha conhecimento na época, e acabei descobrindo que Joe Hill era um Pseudônimo criado por (Joseph Hillstrom King) Sim isso mesmo, o sobrenome dele eh King por ser nada mais, nada menos que filho do Stephen King. Achei muito interessante ele não usar o nome ou sobrenome como autor para tentar esconder pelo menos um pouco que seria filho Stephen King e não ganhar fama e sucesso em cima da grande fama do pai, mais acredito que ele não precise disso, com essa leitura já me tornei um grande fã de Joel Hill, e que utilizou a mesma ideia do pai de criar um pseudônimo, Stephen para quem não sabe possui um pseudônimo desde 1977 chamado Richard Bachman


Como andei pesquisando bastante sobre o autor, Descobri que o Livro esta em pré-produção para virar um filme dirigido e produzido por Neil Jordan (Entrevista com Vampiro) e produzido por Akiva Goldsman (Costantine), mais não encontrei nada de datas e nem elenco, pelo que parece somente nada muito certo ainda. Tomara que isso saia do papel e comece a rolar mais noticias sobre isso, eu iria assistir com certeza, só temos a torcer para não estragarem como fazem com algumas adaptações.







Achei algumas capas na internet e achei legal, entao ai estao elas, começando da esquerda;

1. Capa do Livro na Inglaterra
2. Capa do livro na Alemanha
3. Capa do livro em portugal




 Book Trailer
( http://www.youtube.com/watch?v=QNCycqdqkK4 )




Coloquei o book Trailer a cima, pra vocês terem uma breve sensação de como é o livro, infelizmente não possui na versão legendado em português, mais acredito que de pra entender. 

Obrigado a atençao !




 


Nota 4: Adorei !


9 comentários:

  1. Olá!
    Vim aqui pela sua indicação pelo Skoob.
    Bem, adorei sua resenha. Deu uma noção mais exata de como a história se desenvolve, na verdade, de como o autor conduz a história.
    Eu me interessei pelo livro, mas vou ser sincera, fiquei com o pé atrás por achar exatamente pelo enredo envolver fantasmas (que não é pra mim, um assunto tão interessante), o autor não saberia levar a trama e aí ficaria chato.
    Não chegou a ser um pré-julgamento, por que mesmo assim eu continuei tentada a ler.
    Mas, ao que parece, pela sua resenha, a história é bem conduzida e despertou mais o meu interesse.
    Em relação ao autor, eu também queria ler O Pacto. Na verdade esse me chamou mais atenção que a A Estrada.
    Gostei do autor logo de cara também de saber que ao menos ele não usou da fama do pai pra se tornar famoso. Quando vi os dois livros, fui procurar sobre e só aí descobri que era o filho do King.
    Mas pelas resenhas, acho que ele tem tanto potencial quanto o pai!
    Bem, é isso. Obrigada pela dica!
    Beijos
    Obs: achei que a capa brasileira foi a melhor.

    ResponderExcluir
  2. Oiee!
    que legal que tenha gostado, eu indico voce ler esse livro sim, o pacto tambem me interessou mais, mas prefiri ler o estrada da noite por ser o primeiro livro dele e seguir uma sequência. Estou lendo o pacto e logo mais tera resenha e acredito muito no potencial do escritor e ele acho que podemos esperar muito dele, ele tem uma otima influência sendo filho Stephen King, se o pai tiver ajudando ele nisso ele sera cada vez melhor.
    Espero que goste das proximas resenha e que participe do Blog.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi, gostei bastante da resenha, estou muito interessada em ler este livro principalmente por se tratar de um roqueiro e de fantasmas assuntos que eu adoro... :)
    beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oi adorei a resenha e não vejo a hora de ler o livro, fiquei até mais ansiosa agora! Adoro livros de terror e com certeza esse deve ser incrível.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Aghata!
    Você me convidou e cá estou!
    Como você viu no Skoob, eu vou ler esse livro...mas só em agosto de 2012...é que eu vou participar do Desafio Literário 2012, e escolhi esse livro para o tema terror, que é em agosto. Será que aguento até lá? Tô super curiosa pra ler, ainda mais depois dessa resenha!
    Gostei do seu blog e tô te seguindo...visita o meu blog e me segue também!!!Assim a gente vai se visitando e comentando sempre...
    Bjs...Elis
    http://www.arquivopassional.com/

    ResponderExcluir
  6. Bem interessante sua resenha, me despertou novos interesses pelo livro, porém irei ler primeiro o livro Dr house um guia para a vida, após isto irei comprar a estrada da noite!

    ResponderExcluir
  7. Bem legal sua resenha. Estou ainda mais interessada em ler esse livro. Já sou fã do Stephen King, será que serei do filho tb? Vamos ver... Valeu!

    ResponderExcluir
  8. Gostei, pela sinopse e resenha, esse livro parece mto bom ^^

    ResponderExcluir
  9. Oláa, Eu ja li estrada da noite , e é muito bom recomendo !!! A resenha está muito booa!!!!! Vaaleu ! *--*

    ResponderExcluir